Chevrolet / Lançamentos

Chevrolet Prisma 2018 traz novidades em equipamentos nas versões Joy, LT e LTZ

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on TumblrEmail this to someonePrint this page

O Chevrolet Prisma acaba de estrear sua linha 2018 com novidades em todas suas versões de acabamento: Joy, LT e LTZ, que já começaram a ser distribuídas à rede Chevrolet em território nacional. O modelo de entrada Joy (1.0) passa a ser comercializado na configuração Conforto, que soma trava elétrica das portas e alarme antifurto à lista composta por ar-condicionado, direção elétrica, painel com velocímetro digital e conta-giros, cinto do motorista com regulagem de altura, sistema de monitoramento da pressão dos pneus, vidros dianteiros elétricos, duplo air bag, freios ABS com sistema de distribuição de frenagem, entre outros.

Já a versão intermediária LT (1.4) e a versão de luxo LTZ (1.4) do Novo Prisma ganham uma nova opção cor para a carroceria: o Imperial Blue, um tom escuro de azul. Outra novidade é a luz de neblina na parte inferior do para-choque traseiro. “O Prisma é um carro bastante equipado para sua faixa de preço, com destaque para a oferta de itens de conectividade e de segurança exclusivos no segmento”, destaca Hermann Mahnke, diretor de Marketing da Chevrolet.

A linha 2018 do sedã traz também novo posicionamento dos logos de identificação do nome do carro e da versão na base da tampa traseira. A partir de agora, o nome do carro fica na esquerda, e o da versão, na direita. Essa mudança segue o padrão global da Chevrolet.

Prisma é o sedã flex mais econômico do mercado

De acordo com dados do Inmetro, o modelo da Chevrolet é o sedã flex mais econômico do país, percorrendo média de 15,6 km por litro de gasolina na estrada, cerca de 10% melhor que o principal rival. Isto porque o Prisma adotou em meados do ano passado evoluções mecânicas significativas. Batizado de sistema ECO, esse conjunto incluiu uma nova geração de motores 1.0 e 1.4 e de transmissões de seis marchas, manual e automática. As mudanças englobaram também freio, aerodinâmica e até a uso de materiais mais nobres para redução de peso. Com isso, o carro passou a ostentar nota máxima em eficiência energética pelo Inmetro e o selo verde do Conpet.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on TumblrEmail this to someonePrint this page

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.