Exportações / Vendas / Volkswagen

Volkswagen se mantém liderança de exportações de carros, crescendo 52% no 1º semestre de 2017

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on TumblrEmail this to someonePrint this page

Maior exportadora de veículos da história do País, com mais de 3,5 milhões de unidades embarcadas, a Volkswagen do Brasil registrou um aumento de 52% nas exportações nos primeiros sete meses de 2017, em comparação com o mesmo período de 2016. Foram 102.571 unidades exportadas esse ano, contra 67.372 no ano passado. O Gol, modelo mais exportado, vendido e produzido da história do mercado nacional, também apresentou uma performance forte, com aumento de 77% nos embarques no período.

“As exportações são uma estratégia de longo prazo. Mais do que uma venda a um outro mercado, a exportação é um relacionamento. São feitos investimentos para reforçar a presença de determinado modelo em um novo mercado. Desde outubro de 2016, a marca Volkswagen trabalha a região SAM, que congrega 29 países da América do Sul, Central e Caribe. Como presidente e CEO dessa região, além do Brasil, minha tarefa é de ampliar nossa atuação nesses mercados e aumentar a nossa participação de mercado da Volkswagen. Há um potencial enorme a ser explorado nesses países. Nossa expectativa para 2017 é de aumentarmos em 50% nossas exportações”, diz o Presidente e CEO da Volkswagen do Brasil e América do Sul (SAM), David Powels.

Os mercados que mais receberam os veículos produzidos pela Volkswagen do Brasil foram Argentina, onde a marca tem sido líder de vendas há alguns anos, com 56.458 unidades exportadas em 2017, e o México, com 27.269 unidades. O modelo mais exportado no primeiro trimestre de 2017 continua sendo o Gol, com 50.393 unidades embarcadas, seguido pela Saveiro, com 16.008 unidades, o Voyage, com 15.697 unidades, e o up!, com 13.789 unidades.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on TumblrEmail this to someonePrint this page

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.