Fábrica / Nissan

Fábrica da Nissan no Brasil completa quatro anos e celebra evolução na produção e nas exportações

O Complexo Industrial da Nissan chega ao seu quarto ano passando por transformações que continuam potencializando o desenvolvimento e a produção de veículos com tecnologia e qualidade japonesa no Brasil e na América Latina. Apenas neste último ano, recebeu 600 novos trabalhadores, chegando a um total de 2400 funcionários. Com isso, deu início ao segundo turno de operações. Depois, iniciou a produção de mais um carro – o Nissan Kicks nacional. E a partir daí continuou a colecionar conquistas importantes, tanto na produção para o mercado local, quanto para exportação. Nesta semana, a fábrica completa quatro anos e atinge a importante marca de 200 mil automóveis produzidos, consolidando sua importância para a Nissan no Brasil e na América Latina.

Nissan do Brasil chega a 30 mil carros produzidos para exportação

Inaugurado em abril de 2014, o Complexo Industrial está trabalhando praticamente com a capacidade plena de seus dois turnos, principalmente devido ao sucesso do Kicks brasileiro, que é o modelo da marca de produção mais recente no país e responsável por 50% do total fabricado. O SUV nacional – que fechou o mês de março liderando o segmento no mercado brasileiro – começou a ser produzido em Resende em março e chegou às lojas do país em julho do ano passado. Em janeiro deste ano, passou a ser comercializado também na Argentina. Ao lado do hatch March e do sedã Versa, também produzidos em Resende, o crossover ajudou a unidade industrial brasileira a alcançar marca de 30 mil veículos produzidos para exportação.

Além dos três modelos, também são fabricados em Resende os motores flexfuel 1.0 12V, de três cilindros, e 1.6 16V. Os propulsores levaram a Nissan do Brasil a mais uma importante marca neste quarto ano: os 200 mil motores produzidos.

Todas essas conquistas tiveram a ajuda de 600 novos trabalhadores, contratados no ano passado, num movimento da Nissan na contramão da crise econômica enfrentada pelo país. Atualmente, o Complexo Industrial de Resende conta com cerca de 2.400 funcionários. As operações da unidade incluem da estamparia até a pista de testes, além da fábrica de motores e de injeção e pintura de plásticos.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.